Categorias
Dicas

De grão em grão…

Minha época preferida do ano chegou. Hora de reavaliar os gastos com assinaturas e serviços online, doar roupas que não uso mais, fazer listas de objetivos para o próximo ano, etc.

Hoje, por exemplo, listei todos os serviços que assino e totalizou aproximadamente R$ 1.200 ao ano. Com tantos serviços de streaming de música e vídeo, fora as assinaturas de mensalidades de aplicativos, é importante listar todos os gastos e tentar cancelar o máximo que puder ou mudar para planos mais econômicos.

Quero chegar a, no máximo, R$ 600 ao ano. Muitos serviços são baratinhos por mês mas quando colocamos na ponta do lápis o total ao ano, é pesado.

Já avaliaram os seus gastos anuais com serviços online? Hora de cancelar alguns deles, talvez?

Categorias
Dicas

Pare de procurar a fórmula mágica

Em 2011 eu conheci um ativo que poderia ter me tornado milionária seis anos depois. Em 2015 eu tive a mesma chance e poderia ter me tornado milionária dois anos depois.

Tornar-se milionário muitas vezes pode acontecer por acaso ou por sorte. Alguns conseguem e outros não. Mas ainda há aqueles que, como eu, vivem com o suficiente para serem felizes e completos. Talvez se eu tivesse mais do que necessito, não estaria agora tão satisfeita.

Sem abrir aqui questões místicas ou religiosas, penso que hoje sou muito mais consciente, feliz e plena do que estaria com milhões de reais em minha conta bancária.

Tenho absolutamente tudo o que preciso para ter uma vida feliz e confortável. Nem mais, nem menos.

Com a mente aberta para mais conhecimento e mais ciente de que quanto mais eu sei, menos preciso ter, então estou no caminho certo: viver com o suficiente é viver melhor. Menos fama, menos dores de cabeça, menos “politicamente correto” e menos falsidades para lidar na minha vida.

Aliás, a minha vida é bem assim: simples, plena e mais sedenta do que nunca por conhecimento. Nada mais.

Às vezes precisamos parar para enxergar que já temos tudo o que precisamos ter, sem fórmulas mágicas.

Categorias
Ideias

O que você tem a dizer?

Acredito que todas as pessoas de bem têm algo importante para compartilhar.

O que você gosta de comer, de beber, de ler ou de assistir? O que você está fazendo de interessante nesse momento? Quais são as suas reflexões sobre a vida ou sobre algum acontecimento que te impactou de alguma forma?

Eu gosto de saber o que pessoas reais fazem e pensam. Eu não me interesso por celebridades e muito menos por webcelebridades. Eu gosto da pessoa que está por trás do personagem, com todas as suas dúvidas e certezas, seus guilty pleasures, suas inseguranças e seus medos.

Eu quero saber o que você tem a dizer. Você, pessoa comum, mortal, simples e complexa em seu mundo.

Experimente fazer um blog também e compartilhar um pouco do que está dentro de você. É divertido e libertador.

Categorias
Dicas Ideias

Seja seu próprio guru

Nunca antes estivemos em uma sociedade com pessoas tão cheias de vazio.

Muitas sonham que suas responsabilidades podem ser colocadas nas mãos de terceiros ou de divindades para fugir da realidade que somente elas podem encarar e resolver.

Mas ao mesmo tempo nunca antes estivemos com ferramentas tão ricas à nossa disposição: conteúdos, livros e pessoas inspiradoras. Veja bem: pessoas inspiradoras não significam influenciadores, coachees ou gurus de qualquer espécie. Esses não são necessários para nós. Se for gastar dinheiro, gaste com livros.

A busca pelo conhecimento é solitária. E é esse conhecimento que liberta. Leia, leia e leia bastante. Faça disso um hábito. Aprenda muitas coisas novas. E então seja seu próprio guru.

Você capaz de olhar para dentro de si e para as suas dificuldades, sabendo que é a única pessoa capaz de resolvê-las.

A preguiça paralisa, mas o conhecimento liberta. E ele é todo seu.